Esforço, Dedicação, Devoção e Glória. Eis o Sporting

Sporting Clube de Portugal verde branco


Ponto de vista do colecionador: tipos de camisolas

Os colecionadores usam termos mais ou menos bem definidos para falarem das camisolas, com termos que têm um significado diferente dos usados pelos adeptos. Vamos a eles:

Camisola de jogo: camisola que foi realmente usada num jogo por um jogador, dentro de campo.

Camisola de banco: camisola que foi usada por um suplente não utilizado, ou seja que ficou sentado no banco. Dentro desta categoria podem-se ainda inserir as camisolas de bancada, que o jogador usou a assistir ao jogo na bancada. É o caso típico das finais da Taça de Portugal, em que todos os jogadores são convocados mas nem todos sentam no banco.

Camisola preparada: camisola que foi elaborada pelo clube, ou seja pelos roupeiros, para um determinado jogador (por exemplo, colocando o nome e número e os patches da competição a que se destinava), mas acabou por não ser usada. Os motivos são vários: o jogador pode ter saído antes de usar; pode ser uma camisola feita para uma competição em que o clube foi eliminado antes de usar aquele modelo; etc.

Player issue: camisola que é igual às camisolas que são usadas em jogo (que em geral são diferentes das que se vendem nas lojas), mas não foi usada por nenhum jogador. O termo é usado para dois tipos de camisolas diferentes: 1) camisola com fabrico igual às de jogo, e com os patches de jogo (em geral estas são também "camisolas preparadas"); e 2) camisola com fabrico igual às de jogo, mas sem ter os patches de jogo. No Sporting com a Macron (ou seja desde 2014/15 a 2020/21) as camisola vendidas na loja são em tudo iguais às de jogo, exceto que não têm os patches. São, por isso, player issue. Em anos anteriores, com a Puma, o Sporting vendeu na Loja Verde camisolas player issue. Em ambos os casos tornou-se fácil pegar numa camisola de loja, aplicar os patches, e dizer que é "de jogo" (ver "camisolas marteladas" em baixo).

Camisola para dar: os jogadores recebem muitos pedidos de camisolas, e nem sempre têm camisolas de jogo para dar. Nesse casos é comum pedirem para lhes arranjarem uma, ao roupeiro, ou mesmo vinda da Loja Verde. O adepto que pediu recebe a camisola das mãos do jogador (por vezes através de terceiros), e fica todo contente a pensar que tem uma camisola de jogo. Este tipo de camisolas aparece por vezes no mercado, e quem as tem nunca fica satisfeito quando se lhes diz que nunca foi usada em jogo.

Camisola martelada: camisola que foi propositadamente modificada de modo a parecer ser de jogo. O mercado de "camisolas de jogo" está inundado de falsificações, e é preciso ter muito cuidado com o que se compra: Buyer beware!. Há dois tipos de "martelanços": 1) o mais comum, é artistas que querem ganhar algum dinheiro e enganam os compradores. Há inúmeros truques para tentar convencer os incautos que a camisola é "100% boa". Fazem-se certificados bonitos, inventa-se histórias, e até (truque muito comum hoje em dia com camisolas atuais) se pede ao próprio jogador para assinar uma camisola acabadinha de fabricar - os jogadores assinam como assinam qualquer outra camisola, e depois usa-se a foto para dizer "estão a ver, foi o próprio jogador que me deu a camisola e até a assinou". 2) Há também quem goste de ter camisolas iguais às de jogo, e como tal fazem-nas, ou compram-nas nas lojas dos clubes, que nalguns anos vendem os patches oficiais. Nesse caso, desde que a pessoa seja honesta e assuma o que faz, não temos nada contra - o problema é que se a vende, mesmo de forma honesta, o novo dono pode depois vir dizer que é "de jogo".

Réplica: camisola oficial vendida na loja, por ex. na Loja Verde. Estas são as camisolas que os adeptos normais compram, e não se devem confundir com as camisolas contrafeitas. Como foi dito acima, há camisolas de loja que são player issue, ou por terem sido vendidas como tal, ou porque na realidade não há diferença.

Camisola retro: reprodução moderna de modelos antigos de camisolas, por vezes incluindo as etiquetas de marca etc. As camisolas retro são muitas vezes feitas pelos próprios clubes para vender aos adeptos, mas também acontece serem feitas de forma não oficial, inclusivamente peça a peça de forma individual. É preciso ter cautela, porque começam a aparecer camisolas retro vendidas como se fossem originais.

Camisola contrafeita: camisola falsa, feita por um fabricante não oficial. Nos anos 1990 havia múltiplas empresas têxteis em Portugal a fabricar camisolas do Sporting de qualidade inferior, que eram vendidas nas feiras e pontos de venda informais. No Século XX a produção passou para a Ásia, primeiro para a Tailândia e depois para a China.

Camisola oficial: termo frequentemente usado por adeptos para designar réplicas, mas também já vimos chamar "camisola oficial" a camisolas de jogo. Na prática para colecionadores este termo normalmente não quer dizer nada.


Alguns recursos sobre camisolas

verdebranco.net: todo e por inteiro. É o maior recurso disponível na net para colecionadores. Vendo todas as secções, lendo os textos, e observando as camisolas, pode-se aprender muita coisa e ficar-se mais capaz de distinguir os diferentes tipos de camisola. Na realidade, a informação que aqui é dada vale ouro, e é raríssimo estar disponível desta forma. O verdebranco decidiu fazer isso, por uma questão de transparência, ajuda à comunidade, e também porque muitas das fotos e conhecimento que aqui estão vêm de outros colecionadores.

Amigos colecionadores: Se há 20 anos a maioria dos colecionadores estava isolado, hoje em dia há comunidades dedicadas ao colecionismo de camisolas nas redes sociais. Umas fortes, outras menos, e há para todos os gostos, do sério ao menos sério. Infelizmente, anda por aí um novo tipo de colecionador, que passa por cima de tudo e de todos, que não é honesto nem tem palavra, que diz uma coisa e faz outra, que pede informação mas nunca a dá. Mas bons colecionadores, honestos, dispostos a ajudar e ser ajudados, mais tarde ou mais cedo encontram outros que tais. O maior recurso que se pode ter é um grupo de colecionadores assim.

Fotos e vídeos: são indispensáveis. O Portal Sporting Memória tem a melhor coleção on-line, há também outros sites. Há colecionadores que têm o Jornal Sporting do primeiro ao último número, o que também é precioso.

Wiki Sporting: Saber quem jogou quando. Para isso, não há como a Wiki Sporting, que tem as fichas de jogo de praticamente todos os jogos do Sporting, inclusive muitos jogos particulares que não aparecem noutras fontes.

Outros sites: Nos links do verdebranco estão mais algumas páginas muito úteis.

Estas páginas do verdebranco são muito úteis, mas as páginas de época também:

Equipamentos e camisolas de jogo do Sporting. Como distinguir das réplicas?

Equipamentos e camisolas contrafeitos do Sporting


© 2009-2027 Nuno Barradas 40755-0 | política de privacidade