Esforço, Dedicação, Devoção e Glória. Eis o Sporting

Sporting Clube de Portugal verde branco


Camisola de basquetebol de Luís Almeida, do Sporting Clube de Lourenço Marques

Luís Almeida foi um dos grandes jogadores de basquetebol do Sporting Clube de Lourenço Marques. Jogava na "equipa maravilha" que chegou a ser treinada pelo Prof. Hermínio Barreto, e que incluía um grupo de jogadores que veio para o Sporting em 1974, como Rui Pinheiro, Tomané Alves, e Mário Albuquerque. Luís Almeida chegou a treinar com esses jogadores no Sporting Clube de Portugal, mas por pouco tempo visto que acabou por ir para Coimbra, onde se juntou à Académica, onde já tinha jogado duas épocas no fim dos anos 1960. Pelo Sporting Clube de Lourenço Marques foi duas vezes Campeão Nacional de Portugal, quatro vezes Campeão Distrital, quatro vezes Campeão Provincial de Moçambique, duas Vezes Vice-Campeão Nacional de Portugal e uma vez Vice-Campeão Nacional de Moçambique.

Na época 1970/71 começou com Carlos Serra, irmão de Nélson Serra, como treinador, mas a meio da época o clube contratou o brasileiro Prof. Milton Ruiz, e a equipa foi logo campeã distrital de Lourenço Marques. No seu segundo ano, em 1971/72, o treinador foi Luís Pina que tinha chegado a jogar com o Sporting Clube de Portugal nos anos 1950, e foram campeões distritais de LM, campeões provinciais de Moçambique, e perderam o Campeonato Nacional no Porto contra um Porto que só no Porto teria ganho. En 1972/73 o treinador foi o americano Dave Adkins, e voltaram a ganhar tudo em Moçambique, e desta feita a equipa ganhou mesmo o título nacional num campeonato realizado em Angola. Em 1973/74 o treinador foi o Prof. Hermínio Barreto, antigo jogador e antigo e futuro treinador do Sporting, e mais uma vez conquistaram os campeonatos distrital e provincial, mas perderam o nacional para o clube conterrâneo Malhangalene, devido a uma derrota por um ponto apenas contra o Futebol Clube de Luanda. Na sua última época com o Sporting Clube de Lourenço Marques, antes de vir para Portugal, e já sem Mário Albuquerque, Rui Pinheiro e Tomané visto já estarem em Lisboa com o Sporting, mas ainda com Nélson Serra, a equipa perdeu o 1º campeonato de Moçambique independente para o Ferroviário de Lourenço Marques.

Esta é uma das suas camisolas que usou no Sporting Clube de Lourenço Marques. É inevitavelmente uma camisola extraordinária e uma das grandes peças da colecção, por muitos motivos. Em primeiro lugar, Luís Almeida é leão de raça, sportinguista, que disse que o seu maior desgosto foi não ter jogado pelo Sporting. Depois, eu também sou coca-cola, aliás laurentino, e uma camisola do Sporting da minha terra era algo que eu achava que nunca iria ter, porque já lá vão quatro décadas desde que o clube mudou de nome, e camisolas do Maxaquene não me interessam.

Mas a razão principal é como esta camisola aqui está. Foi o próprio jogador que ma ofereceu. Inicialmente recusei por razões que me são caras e têm a ver com o destino que para mim é o melhor possível para uma peça histórica como esta. Mas o Luís Almeida explicou-me as suas razões, explicando que considerava que sabia que a camisola iria ser estimada e valorizada, e assim deixou de haver discussão possível. Resta-me agradecer, a um dos grandes do nosso basquetebol leonino!

As outras novidades estão na página das novas camisolas da colecção. Se preferir, pode ver todas as camisolas do Sporting.

Sporting Clube de Lourenço Marques

Filial nº 6 do Sporting Clube de Portugal

1970s. Camisola de basquetebol do Sporting Clube de Lourenço Marques, de Luís Almeida

Com agradecimentos e um abraço a Luís Almeida

Anos 1970. Secção de basquetebol do Sporting Clube de Lourenço Marques

Luís Almeida, basquetebol do Sporting Clube de Lourenço Marques


© 2009-2017 Nuno Barradas 40755-0