Esforço, Dedicação, Devoção e Glória. Eis o Sporting

Sporting Clube de Portugal verde branco


Equipamentos de encher o olho: Apresentação dos equipamentos do Sporting para 2003/04

Já aqui falámos sobre diversas apresentações de equipamentos do Sporting, que é sempre o ponto alto da época no que diz respeito a camisolas. Aqui temos a notícia do Jornal Sporting sobre a apresentação dos equipamentos de 2003/04, que coincidiu com a inauguração da Fan Lab Megastore no Alvaláxia.

Os novos equipamentos dos "leões" incluem não só uma nova linha, como também uma nova tecnologia. Mantêm alguns traços tradicionais, porém todos eles inovados e alterados. Apresentaram os artigos os recém-chegados ao Sporting, Clayton, Silva e Rochemback e ainda os "veteranos" Nélson e Pedro Barbosa.

Clayton apresentou a nova colecção Stromp. Uma camisola bastante mais justa ao corpo, com um fecho eclair onde se pode ler a palavra Sporting. Nélson apresentou o equipamento que corresponde à sua posição em campo, ou seja, de guarda-redes, onde podemos verificar que a base é totalmente amarela. O capitão Pedro Barbosa apresentou o novo equipamento alternativo, bem diferente daquele que foi utilizado na época transacta e onde verificamos uma base completamente dourada, com alguns tons de verde escuro e ainda com o logotipo do novo Estádio dos "leões".

Silva vestiu o equipamento listado. Este equipamento conta com um estreitamento das listas verdes quer na camisola quer nas meias, o que faz com que estes artigos tenham um maior número de listas.

Outra das inovações apresentadas foram os artigos destinados às senhoras. A Sporting Comércio e Serviços, em parceria com a Reebok, apresentou modelos extremamente femininos, altamente desenhados, o que levará as "leoas" a apresentarem um look muito felino na próxima geração.

O Verdebranco tem vários comentários a fazer. Em primeiro lugar, todo o tom do artigo do Jornal Sporting é de tratar os equipamentos como um produto comercial como qualquer outro. É as "linhas", é a "colecção", é o "artigo". Falta a paixão pela camisola, pelo Leão ao peito.

Em segundo lugar, notamos o facto deplorável do estreitamento das listas, que se verificou nesta época de 2003/04 pela primeira vez, e que se agravaria depois com a Puma entre 2006/07 e 2008/09. Se é verdade que os Estatutos do Sporting não especificam a largura das listas desde 1996, também é verdade que antes diziam "6 cm", o que foi praticamente sempre respeitado, e que corresponde às tradicionais 5, 6 ou 7 listas nas camisolas (dependendo do tamanho da camisola, 5 para um S, 7 para um XL).

Em terceiro lugar, os jogadores não devem ter gostado dos equipamentos Stromp tão apertados e com o fecho de correr, porque nunca foram usados em jogo nenhum!

Finalmente, aprovamos totalmente a linha feminina, tal como se pode ver na foto em baixo!

Encontra mais histórias sobre camisolas do Sporting aqui e outros temas aqui.

Equipamentos de encher o olho: Apresentação dos equipamentos do Sporting para 2003/04



© 2009-2017 Nuno Barradas 40755-0