Esforço, Dedicação, Devoção e Glória. Eis o Sporting

Sporting Clube de Portugal verde branco


Equipa de milhões, patrocínio de tostões - FNAC 1988

Já aqui escrevemos sobre o primeiro patrocínio que o Sporting teve para os seus equipamentos, a FNAC em 1987/88, num contrato assinado por Amado de Freitas. No ano seguinte, o "bigodes" Jorge Gonçalves alcançou a presidência do Sporting, e tudo mudou. Eis o que apareceu no Jornal Sporting de 3 de Agosto de 1988 sobre esse patrocínio (com má gramática, diga-se):

"A direcção de Jorge Gonçalves, ao ser eleita, programou e vai cumprir o objectivo de dar ao futebol do clube uma dimensão verdadeiramente internacional."

"Os sócios do Sporting sabem que isto é verdade. Sabem que todas as promessas estão a ser cumpridas, ou já foram mesmo cumpridas. A direcção não está a faltar com uma vírgula ao programa que propôs para quando concorreu às eleições da vitalidade e da força do clube."

"Então qual a razão que leva a direcção do Sporting e os associados do clube a terem que suportar o patrocínio medíocre de uma entidade que não está disposta a reconhecer que uma equipa de futebol que custou 7 milhões de dólares não pode trazer nas camisolas um símbolo (FNAC) que lhe dá a ridícula receita (?) de 14 mil contos por ano, pagos em suaves prestações mensais?..."

"É evidente que alguma coisa está errada neste processo. Uma equipa de futebol com este valor e esta dimensão internacional, de facto, não pode ser paga desta maneira, em termos publicitários. Naturalmente que as camisolas verde-brancas devem ostentar um símbolo, uma marca, correspondente à sua importância e ao seu valor."

"O Sporting Clube de Portugal tem dificuldade em admitir que este pequeno patrocinador - que é a FNAC - continue a patrocinar a sua equipa principal de futebol."

E o texto continua, como se pode ler na figura. Pois então, esperar-se-ia que na época seguinte o Sporting tivesse tido um patrocinador mais consentâneo com a sua grandeza - por exemplo um Queijo Castelões, ou umas Águas Caramulo. Mas não, no fim de todo este discurso, na época seguinte 1988/89, o Sporting voltou a ter o mesmo "patrocínio medíocre". Não sabemos por que valores.

Amado de Freitas assina o primeiro patrocínio do futebol do Sporting - FNAC 1987


© 2009-2017 Nuno Barradas 40755-0