Esforço, Dedicação, Devoção e Glória. Eis o Sporting

Sporting Clube de Portugal verde branco


Equipamentos estranhos do Sporting - parte 3

Já explicámos noutra página o que queremos dizer com "camisolas esquisitas" do Sporting, e depois mostrámos mais algumas. Esta é a terceira página dedicada a este assunto.

Camisola do Silvestre Varela de 2005/06

Esta camisola foi vendida como se fosse de jogo. Primeiro foi com comprada por um coleccionador/negociante principiante, que conseguiu reunir algumas camisolas boas, 100% verdadeiras, juntamente com algumas camisolas duvidosas. É sempre da responsabilidade de quem compra saber o que está a comprar: Buyer beware!. Essa colecção foi depois vendida a pouco e pouco, e esta é umas dessas camisolas. Foi dada como sendo de pré-época, isto porque não tem patch de competição nenhuma. Na realidade, foram usadas camisolas parecidas com esta, sem nome de jogador, e o Silvestre Varela, que era o nº 20 chegou a jogar na pré-época do Centenário. Acontece que estas camisolas, neste ano especial em que o Sporting fez um século de existência correspondente a 100 anos de história, os equipamentos foram pensados e preparados com muita antecedência, tal como provavelmente já está a acontecer para a comemoração dos 50 anos da Taça das Taças. Já na pré-época, foram usados os números oficiais, que são mais grossos que estes. Esta camisola não é de jogo. É uma camisola do Centenário com um número 20 nas costas, no melhor dos casos é mais um engano dos roupeiros do Sporting, coisa que aliás se vê frequentemente, entre tanta camisola que fazem de vez em quando sai alguma errada.

Sporting Clube de Portugal

2001/2002

Equipamento do Centenário personalizado Silvestre Varela

Equipamento do Centenário personalizado Silvestre Varela


Camisola do Insua 2011/12, com patch da Liga e Superbock em patch verde

Este é mais um equipamento estranho. À partida, parece mesmo ser uma camisola de jogo. Tem o patch da Liga, do formato e tamanho regulamentar, colocado no local certo. Acontece que patches destes podem ser comprados e colocados à posteriori. Mas importante, tem o patrocínio Super Bock a branco num patch verde colocado a tapar uma lista branca nas costas. Isso foi introduzido na época passada, a partir do jogo contra o Gil Vicente a 24 de Outubro de 2011, apenas nas camisolas de jogo, e nunca vimos patches desses a ser vendidos. As camisolas vendidas aos adeptos na Loja Verde continuaram a ter o patrocínio Superbock a preto sobre a lista branca. Também o nome e número de jogador são do tipo correcto. Acontece que há um pequeno detalhe que falha: este equipamento tem uma etiqueta vermelha no pescoço. Acontece que todos os equipamentos de jogo desta época que já vimos, e foram várias dezenas, não têm etiqueta, os dizeres sobre o tamanho da camisola etc no pescoço são estampados. Tanto quanto saibamos, não há camisolas de jogo com etiqueta. Mas, tanto quanto saibamos, também não há camisolas com patches verdes da Superbock sem ser de jogo. Ficamos sem conseguir decidir que camisola é esta!

Sporting Clube de Portugal

Camisola esquisita: com patch da Superbock a verde, e com etiqueta

Camisola esquisita: com patch da Superbock a verde, e com etiqueta


Camisola listada Hummel de 1989/90

Esta camisola foi vendida por um dos maiores negociantes de camisolas de jogo a nível mundial. Tem contactos impecáveis, e é provavelmente a melhor fonte de camisolas de jogo de jogadores brasileiros. As camisolas de jogo do Pelé ou Maradona que vende, são mesmo do Pelé ou do Maradona. Em geral, serve de intermediário entre os próprios jogadores e os coleccionadores. No entanto, não é especialista em todos os clubes do mundo, muito menos o Sporting. Esta foi uma de várias camisolas antigas dos anos 1980 que vendeu há alguns anos atrás. Todas as outras são impecáveis, mas nunca tínhamos tido certezas sobre esta em particular, isto porque o tipo de número de jogador não é o usualmente visto para equipamentos desta época. Para tirar isto a limpo, vimos todos os jogos desta época no Jornal Sporting, e podemos afirmar que, tanto quanto se veja nas fotos disponíveis, equipamentos assim nunca foram usados pela equipa sénior do Sporting em jogo. Pode ser uma camisola de treino, ou uma camisola usada pelas camadas jovens, algo de usual.

Sporting Clube de Portugal

1989/1990

Equipamento da equipa. Equipamentos com números assim não foram usados em jogo

Sorting Equipamento da equipa 1989 90


Equipamentos alternativos pretos de 2010/11 e 2011/12

Estes dois equipamentos alternativos pretos são de épocas consecutivas: o primeiro de 2010/11, e o segundo é a camisola de reserva de 2011/12, que acabou por ser usada em todas as competições menos na Taça de Portugal: Campeonato Nacional, Taça da Liga, e Liga Europa. vêm ambos de um jogador do Sporting, e aqui queremos dizer que vêm mesmo directamente desse jogador! E, no entanto, não são camisolas de jogo. Averiguámos todas as variantes de camisolas de jogo de 2010/11, e na Liga Europa em 2010/11 não foram usados estes equipamentos alternativos com o ombro a verde, mas sim apenas as camisolas de reserva brancas. Fizémos a mesma coisa para as camisolas de jogo de 2011/12, e a verdade é que as camisolas de reserva pretas foram usadas num jogo da Taça da Liga, mas antes da proibição do patrocínio BWin, e portanto o patch ainda foi o patch Bwin Cup. Ou seja, é claro que são feitas inúmeras variantes de camisolas para os jogadores, e depois algumas dessas variantes não chegam a ser usadas em campo.

Sporting Clube de Portugal

2010/11

Equipamento alternativo, player issue

Equipamento alternativo, player issue

 

Sporting Clube de Portugal

2011/12

Equipamento alternativo de reserva preto, player issue

Equipamento alternativo de reserva preto, player issue

© 2009-2017 Nuno Barradas 40755-0