Esforço, Dedicação, Devoção e Glória. Eis o Sporting

Sporting Clube de Portugal verde branco


Como guardar camisolas de jogo antigas

Já explicámos noutro lado como lavar camisolas de jogo. Também há quem prefira guardar as camisolas sujas, por vezes ainda com a lama e terra do jogo. Em qualquer dos casos, é preciso guardá-las bem, para as proteger dos elementos e de insectos como traças, para assegurar que objectos preciosos, muitas vezes com décadas, irão permanecer em bom estado nas décadas seguintes.

A maneira ideal é ter um quarto dedicado apenas às camisolas de jogo, com temperatura e humidade controladas, como nos museus. Assim, é possível ter os equipamentos em exposição sabendo que vão continuar no mesmo estado em que estão sem se degradarem. No entanto, isso não é uma opção viável para muita gente, e, sobretudo quando a colecção começa a ter um tamanho razoável, pelo menos uma parte da colecção tem que ser guardada.

Papel anti-ácido

Primeiro, estende-se uma folha de papel anti-ácido grande. Encontra-se por exemplo em lojas para artes plásticas - ou no ebay. Não comprem barato, convém ser de boa qualidade. Nós usamos folhas de 60 cm por 45 cm, para que a maioria das camisolas antigas (mais pequenas que as modernas) caiba estendida por cima da folha.

estender uma folha de papel anti-ácido grande

Estender a camisola por cima da folha de papel, e enrolar

O segundo passo é estender a camisola por cima do papel. Eventualmente é preciso dobrar as mangas, evitando fazer dobras desnecessárias. Depois, enrola-se a camisola com o papel, sem fazer muita pressão.

estender a camisola por cima da folha de papel anti-ácido

enrolar o equipamento envolto no papel anti-ácido

Meter a camisola num saco impermeável fechado à prova de ar com silica gel contra a humidade

Seguidamente mete-se a camisola num saco de plástico com fecho, de modo a ficar estanque e impermeável. Os sacos podem ser de conservação de alimentos, de polietileno (o Verdebranco usa 50x40 cm), com um fecho de correr. E mete-se no saco pacotinhos de silica gel, que é o produto que vem por ex. nas embalagens de aparelhos eléctricos, e tem a propriedade de absorver humidade. Quando atingiu a saturação e já não consegue absoerver mais água, muda de cor, e aí é preciso aquecer a temperaturas baixas (digamos, o forno no mínimo com a porta aberta) durante uns minutos, até voltar à cor inicial). Num saco fechado, em princípio dura muitos anos antes de ser preciso fazer isso. Há à venda em muios sítios, incluindo no ebay, e é barato. Na realidade, há um ponto óptimo de humidade para não secar os tecidos.

meter camisola num saco estanque e usar silica gel, contra a humidade

Fecha-se então o saco com cuidado, depois de enrolado também o saco. Não se dobra muito nem se tira todo o ar, que vai servir como almofada de protecção.

fechar o saco com a camisola

Guardar numa caixa com fecho

A seguir, coloca-se o saco fechado com a camisola dentro de uma caixa com fecho, que irá evitar que tano insectos como a luz se aproximem das camisolas. Há caixas de arrumação próprias (no Verdebranco usamos caixas do Ikea, que são muito práticas) com fecho eclair, e onde cabe uma quantidade razoável de camisolas- No Verdebranco temos uma caixa para cada década, de modo a não ficarem muita cheias, e depois outras caixas para as camisolas contrafeitas, das filiais, réplicas da loja, e por aí a diante.

caixa do ikea com muitas camisolas de jogo antigas do Sporting dentro

caixa com fecho eclair zip fechada, cheia de equipamentos de jogo

Finalmente, guarda-se num armário com anti-traça suave

Estas caixas são feitas para caberem em armários, e o passo final é meter a caixa cheia de camisolas de jogo antigas na prateleira, onde vai ficar ainda melhor protegida da luz. Note-se (dentro do círculo verde), pastilhas de um anti-traças sem cheiro (neste caso usámos dumdum), que ficam dentro do armário, fora das caixas, para protecção final contra as traças. Nem queremos pensar em bicheza dessa usar as nossas camisolas antigas, feitas em algodão, como refeição!

as camisolas dentro do saco, dentro da caixa, dentro do armário

Para ver mais dicas sobre camisolas, clique aqui!


© 2009-2017 Nuno Barradas 40755-0