Esforço, Dedicação, Devoção e Glória. Eis o Sporting

Sporting Clube de Portugal verde branco


Equipamento do Sporting 2012/13, contrafeito e oficial: descubra as diferenças

Em 2012/13, só começaram a chegar em grande número a Portugal equipamentos contrafeitos do Sporting em Outubro, enquanto que nos anos anteriores o mercado era inundado de cópias baratas logo no início do Verão. No verdebranco há uma secção dedicada a esses equipamentos falsos do Sporting, e já uma vez comparámos equipamentos de 2009/10, um contrafeito e outro da Loja Verde. Na altura, a conclusão foi que as diferenças eram visíveis a três metros de distância, e que a qualidade da contrafacção era uma piada. Vamos aqui fazer a mesma coisa para o equipamento actual do Sporting, de 2012/13.

Mostramos em baixo dois equipamentos do Sporting, ambos listadas da época 2012/13, sem personalização, com patrocínio, e tamanho M. Um vem na Loja Verde, e o outro vem de um site asiático de contrafacção, que não é o mais popular em Portugal, mas já se torna conhecido.

Dois equipamentos do Sporting de 2012/13: um verdadeiro, um falso.

Sporting Clube de Portugal

2012/2013

Novo equipamento listado do Sporting, da Loja Verde. Patrocínio meo em rectângulo preto

Novo equipamento 2012 2013 listado do Sporting, da Loja Verde

 

Sporting Clube de Portugal

2012/2013. Equipamento contrafeito proveniente da Tailândia, tamanho M.

2012/2013. Equipamento do Sporting contrafeito proveniente da Tailândia

À primeira vista as duas camisolas são muito parecidas, e um incauto é facilmente enganado. Vamos agora olhar com mais atenção, para distinguir as diferenças. Em todas as fotos, o equipamento oficial está ou na parte de cima da foto, ou na parte direita. O equipamento contrafeito está ou em baixo na foto, ou à esquerda.

Primeira diferença: a caixa preta da meo

Aqui, as diferenças saltam à vista! O equipamento falso não respeita as normas gráficas da meo, em que a sigla tem que ficar no canto de baixo à direita. Pelo contrário, está alinhado ao centro à esquerda, e as letras são bem maiores. Para além disso, a qualidade é simplesmente atroz, com algo que parece restos de cola por todo o lado. Esta diferença vê-se a um metro de distância, sem ser preciso aproximarmo-nos mais!

Primeira diferença: a caixa preta da meo

Segunda diferença: a gola

A gola da camisola contrafeita à primeira vista é igual, mas o feitio da parte preta faz com que tenha tendência a ficar aberta, enquanto que na camisola da Loja Verde o feitio faz com que tenha tendência a ficar fechada. Pode ser detalhe... mas o efeito visual é muito diferente!

Terceira diferença: o patch azul da tmn

O equipamento contrafeito não traz o patch da tmn em azul, apesar de ser um equipamento com patrocínio. É claramente uma estratégia para a produção ficar mais barata.

Segunda e terceira diferenças: a gola e o patch da tmn

Quarta diferença: os botões da gola

Este é outro elemento que salta à vista, e em que mais uma vez para simplificar o fabrico, o equipamento contrafeito apresenta diferenças grandes relativamente ao equipamento oficial. Primeiro, o equipamento oficial tem dois botões e o contrafeito só tem um. Depois, no equipamento oficial os botões nunca ficam à vista, apertam numa tira branca, que está coberta por uma segunda tira branca que é a que se vê. No equipamento falso, só há uma tira, e o único botão fica à vista quando apertado. Para além disso, vêm-se linhas soltas a comprovar a má qualidade da contrafacção.

Quinta diferença: os botões da gola

Quinta diferença: o emblema do Sporting, o leão rompante

A qualidade do bordado do emblema no equipamento falsificado é muito pior do que no equipamento verdadeiro. O ponto é grosseiro e imperfeito, nalguns equipamentos chega a haver pontos errados e pontas soltas. Para quem está habituado à qualidade habitual nos equipamentos Puma, não há engano possível.

Segunda diferença: o emblema do Sporting

Sexta diferença: o Puma bordado

Também no Puma bordado no equipamento se nota a diferença de perfeição do ponto. Na camisola verdadeira tem-se um ponto fino e perfeito, enquanto que na camisola falsa a linha é mais grossa e com menos pontos.

Sétima diferença: o verde

Basta olhar para a mesma foto para se constatar que o verde não é o mesmo! O verde usado pela Puma nas últimas três épocas é azulado. Qual verde está mais perto do "verde Sporting", isso é outra questão.

Oitava diferença: a largura das riscas

No equipamento contrafeito as riscas são mais finas por alguns milímetros. Mesmo assim, estão perto dos 6 cm tradicionalmente definidos nos Estatutos do Sporting.

Sexta diferença: o Puma bordado, o verde, as riscas

Nona diferença: o patrocínio Superbock nas costas

Na camisola contrafeita o patrocínio Superbock em faixa preta é bastante mais pequeno do que na camisola oficial. Mesmo assim, por uma questão de visibilidade tapar uma risca branca nas costas é algo de que não gostamos. Compreendemos a necessidade, mas não gostamos.

Nona diferença: o patrocínio Superbock nas costas

Décima diferença: Dry Cell e mais detalhes

O símbolo Dry Cell é muito diferente entre o equipamento falso e o oficial. Toda esta zona de remate da camisola é diferente, com costuras de qualidade inferior (menos pontos, logo menos resistentes) no equipamento falso, que também parece ter mais uma risca branca, o que acontece porque são mais finas.

Décima diferença: Dry Cell e mais detalhes

Décima primeira diferença: o avesso, a qualidade

Virando as camisolas do avesso acabam quaisquer dúvidas que pudessem subsistir. Os acabamentos do equipamento oficial da Loja Verde são perfeitos, como seria de esperar. Os acabamentos do equipamento contrafeito parecem feitos num qualquer vão de escada. Não há nenhuma preocupação com qualidade nem com nada.

Décima primeira diferença: o avesso, a qualidade

Finalmente, há mais diferenças: o tipo de letra nos equipamentos personalizados não é exactamente o mesmo. Por exemplo, os números dos jogadores são totalmente pretos nos equipamentos falsos, enquanto que nos oficiais têm um padrão próprio complicado.



© 2009-2017 Nuno Barradas 40755-0